Oliver Mouse in engineer outfit
Maria do Mar
O Oliver gosta de tocar acordeão depois do seu pequeno-almoço. Ele pratica acordeão já faz dois anos, pelo que está ficar muito bom. A sua amiga Ella Toad está a aprender a trabalhar com o gravador para conseguirem tocar duetos juntos. Os dois estão a ensaiar a música "The Eensy Weensy Spider" para apresentarem na próxima festa de chá da amiga Emma, contudo, ainda precisam de tempo. Material: O Oliver é feito de lã orgânica, na cor cinza. Os seus olhos e mãos são costurados à mão, com fio de algodão. Está recheado com fibra lavável. As suas roupas são removíveis para que as possa trocar e compartilhar com os outros animais da colecção Hazel Village.
0
Adicionar ao Carrinho Comprar Agora

O Maisena recomenda

Maria do Mar
É um corrupio na cidade selvagem sempre que Nina vem contar histórias aos animais! Nina gosta de ir até à cidade selvagem. Este é o seu lugar secreto, outrora de outros habitantes e hoje ocupado pela natureza. Os animais preparam-se para a receber e o reencontro é sempre uma festa. Nina vem contar-lhes histórias! Os macacos adoram as aventuras espaciais, os flamingos são fãs das lendas mitológicas. Mas há uma história que todos preferem... Autor: Joan Negrescolor Colecção: Orfeu Mini Edição e tradução: Carla Oliveira Ano de edição 2017 Nº pp. 40 Formato: 24 x 30,50cms EAN: 9789898327994
14.5
Pingi ao Cubo
Colar de contas azul turquesa com urso
12
Maria do Mar
Às vezes não vos apetece mesmo um abraço apertado? Ao Filipe, o pequeno cacto, é isto que lhe apetece todos os dias. Mas a ilustre família Cacto não gosta nada de abracinhos e despreza qualquer tipo de manifestação de afecto. Apesar do caso espinhoso, o Filipe não desiste. Um dia, decide partir em busca de carinho e amizade. E, quem sabe, do seu merecido abraço... Autor: Simona Ciraolo Título Original: Hug Me Tradução: Rui Lopes Colecção: Orfeu Mini Ano de Edição: 2015 Nº PP.: 32 Formato: 21x29 cm EAN: 978-989-8327-52-9
13
Maria do Mar
Um menino recebe um porquinho-mealheiro, de louça, com uma ranhura nas costas para que possa ser alimentado com capital. Com o amor e a ternura que o menino lhe dedica, o porquinho depressa torna-se um animal obeso, cheio de lucros fabulosos, e com dificuldade em controlar a sua rapacidade. Os anos passam e o porquinho vai crescendo, crescendo, crescendo, e um dia... um dia...
12.74