Sal. Sul. Sol. Salero.
Sexta, 18 de Agosto de 2017

Por aqui andamos a Sul. Mas também a Norte. A Este. A Oeste. Estamos lá fora cá dentro. Com ou sem paravento. É tudo uma questão de sustento. Vagueamos por praias desertas. Mas também por areias incertas. Apanhamos sapos. Peixes. Gambuzinos. Inventamos jogos e cruzamos destinos. Apanhamos conchas com histórias. Búzios e estrelas de mar repletos de memórias. Construímos barragens de pedras. Castelos de areia. Percorremos trilhos de sereias. Gostamos de ir mais longe. Deixar andar sem pensar. Fazer quilómetros só para variar. Buscamos paraísos escondidos. E aqui tão perto. Perseguimos ilhas de pescadores, morros inteiros de amores. Andamos atrás de arcas perdidas. De tesouros salva-vidas. Gostamos também de ir para os sítios de sempre, mas fazer diferente. Porque cada dia é um dia. Uma benção. Uma dádiva. E merece ter o seu papel. Fazer a diferença. Guardar boas lembranças em tons pastel.


[Não estranhem a nossa ausência, estamos a encher a alma de sapiência].


Pssst...Estamos sempre na nossa página de instagram, aqui

Partilhado por Francisca Ortigão Guimarães

Deixe o seu comentário!

Comentário submetido com sucesso.
Todos os campos são obrigatórios!
ver 0 comentários