Our Van
Quarta, 17 de Outubro de 2018

Tenho recebido tantos e tantos emails acerca desta nossa vantrip! Acreditem, é muito mais difícil do que parece! Hoje vou começar por falar-vos acerca de toda a logística da auto-caravana propriamente dita. Porque também fomos um pouco às cegas, sem saber muito bem com aquilo que íamos contar.

Pois muito bem, a nossa Van era um iate de luxo em plena auto-estrada! Para além de ter uma suite com casa-de-banho completa, a cozinha também era (quase) toda equipada, com frigorífico e congelador, e fogão a gás. Arrumação também não faltou. Em cada esquina e recanto havia um armário escondido. Tudo muito organizado e bem pensado! Para famílias práticas, eficientes e que gostam de aventura sem deixar de lado algum conforto. A cama dos miúdos era a parte preferida da nossa caravana. Em plena sala de estar (onde colocávamos as três cadeiras de viagem dos miúdos), com mesa e DVD, carregávamos num botão, e lá vinha ela, uma cama 2x2 em que os 3 dormiam como uns príncipes (a cama tinha uma rede de protecção em cada lado, para não haver acidentes durante a noite). Dá para perceber a emoção dos miúdos? Umas férias diferentes e absolutamente inesquecíveis!

Quando deixámos para trás os Picos de Europa, achámos que a nossa viagem já tinha atingido o cume da perfeição. O quão enganados estávamos! Esperava-nos mais dois ou três dias de praias imperdíveis e cidades inesquecíveis, antes de chegarmos a França. 

A tarde em que chegámos a San Sebastian ficou marcada pela beleza natural da praia em que passámos a noite. Sem dúvida, a praia mais selvagem e exótica da nossa viagem - talvez por isso seja uma praia de nudistas! Praia de sonobia - save the name. Marca pela diferença! A paisagem muda conforme as marés: escondido entre duas enormes e quase assustadoras enseadas naturais, ora o mar avançava terra adentro, ora recuava silenciosamente, como se tivesse medo, como se fosse tudo um segredo. Passámos lá a manhã, e apesar de o tempo não ter estado famoso, um ar quente que veio do mar invadiu-nos e fez com que os miúdos não resistissem a toda aquela envolvente avassaladora.

Já conhecíamos San Sebastian, mas o dia que por lá passámos veio confirmar as (poucas) dúvidas que tínhamos. É a cidade mais incrível, cosmopolita e completa que alguma vez já fomos. Daquelas cidades em que adorávamos viver. Tem praia, mar, areia. Tem avenidas inteiras de lojas, restaurantes e bares que nos atraem sob o efeito de um íman. E depois os pinchos. Ai, os pinchos! E as casas em cima da praia. Com uma arquitectura que nos deixa a nós, portugueses, envergonhados com o que fizemos às nossas cidades e vilas em frente ao mar. San Sebastian está, sem dúvida, no topo das cidades que devemos conhecer antes de morrer. 

Chegados a França e, apesar de as pessoas, no geral, nos terem recebido pior - os Franceses não toleram barulho, confusão e famílias numerosas e barulhentas tão bem como os latinos -, posso dizer-vos que o país está bem melhor preparado para abastecer e aconselhar as auto-caravanas. Em qualquer bomba de gasolina há serviço para as auto-caravanas. Coisa que não acontecia em Espanha, nem muito menos em Portugal...mas lá chegaremos. 

Em Hossegor ficámos assoberbados com tamanha beleza. Uma vila a seguir à outra - Capbreton também não lhe fica atrás - cheias de pinta, pranchas de surf, bicicletas, famílias inteiras na rua, e praias de perder de vista. Quem nunca for a Hossegor não saberá o que é uma verdadeira vila de surf. Vintage a actual, Tudo ao mesmo tempo. E por falar em tempo...que sorte que tivemos com o sol abrasador que nos aqueceu a alma para o que aí vinha depois!

[Para a semana há mais!]



Partilhado por Francisca Ortigão Guimarães

Deixe o seu comentário!

Comentário submetido com sucesso.
Todos os campos são obrigatórios!
ver 0 comentários