No coração dos Pirinéus
Segunda, 05 de Novembro de 2018

A nossa primeira experiência a 5 no coração dos pirinéus foi mágica. Chegámos ao final do dia ao Cirque du Gavarnier, debaixo de uma tempestade digna de montanha (russa). Raios e trovões em todo o lado, chuva torrencial, e uma ventania fenomenal. O Manel estava apavorado. E eu, confesso, também. Os Sebastiões e o Zé Maria não têm medo de nada, e estavam, felizes e contentes, a contar o tempo entre os raios de luz - que nos ofuscavam o caminho -, e o barulho do trovão - que nos ofuscava o silêncio dantesco da montanha. Graças a Deus, quando lá chegámos, a paisagem foi invadida por uma dúzia de arco-íris que nos iluminaram o coração. Eu juro, havia arco-íris em todas as direções. E uma luz quente e serena, cuja sensação é inexplicável. Saímos a correr da caravana (ainda de havaianas da praia - embora lá estivessem 8 graus) e fomos respirar aquele cenário de filme. Arrisco em dizer, que foi talvez a imagem mais bonita que alguma vez já vimos.

Os dias que se seguiram foram feitos de passeios de bicicleta, trekking e caminhadas no meio dos campos de pastagem, das cascatas de água gelada, do verde e mais verde, e das enseadas feitas de pedra e cascalho, escondidas por entre as chuvas nocturnas de orvalho. Os miúdos aproveitaram e aguentaram como uns valentes passeios a pé de mais de 10 kms, com subidas e descidas a pique, pelo meio de pedras e labirintos de musgo. Não foi fácil, mas a sensação de liberdade que nos invade compensa qualquer esforço acrescido. E o mais sensacional de tudo, é que os miúdos já encaram estes dias como uma benção. Já conseguem dar valor a tudo isto. Ao ar puro da montanha. Ao barulho dos chocalhos das vacas e dos touros. À mistura e ao turbilhão de emoções. Senti-me a Heidi no país das maravilhas. Uma mistura de filmes que nos levou à aventura pura e dura. Mais do que uma viagem, foi uma experiência de vida que nunca, mas nunca iremos esquecer. E mais do que as palavras, as fotografias falam por si. Uma coisa é certa: queremos dias assim em modo repeat!

Partilhado por Francisca Ortigão Guimarães

Deixe o seu comentário!

Comentário submetido com sucesso.
Todos os campos são obrigatórios!
ver 0 comentários