Ler aos nossos filhos uma história por dia, nem sabem o bem que lhes fazia!
Segunda, 09 de Maio de 2016
Pois é, com a minha rubrica da passada semana no Porto Canal, e depois de muitos pedidos de várias famílias, eis que divulgo aqui os meus livros infantis preferidos. Aqueles que leio e releio centenas de vezes aos meus filhos, só porque sim. Só porque já sabemos as falas de cor, só porque os miúdos adoram que a Mãe faça as vozes dos personagens principais, os ruídos dos carros, dos aviões, dos triciclos a vapor, dos foguetões. Imaginação não falta por estas bandas, e dou por mim a inventar mais uma ou duas deixas, tornando a hora de ir dormir ainda mais espetacular, ainda mais emocionante. Calma (que engraçado, detesto que me digam calma, mas por escrito não parece tão irritante!), a hora de ir dormir é a mais curta, e apesar de toda esta entoação, tem de haver um ambiente calmo, sereno, com os miúdos já de dentes lavados, enfiados na cama (ou enroscados em nós), com a luz em tom bem baixo. O Manel nunca ouve a história até ao fim...já o Titão pede sempre mais um livro. O que eu faço é deixar sempre o último parágrafo, ou mesmo o último capítulo para o dia seguinte. Assim a vontade de ouvir é ainda maior! Mas o mais importante aqui é ensinar os nossos filhos a folhear as páginas, a sentir o cheiro do papel, a desvendar as cores, o movimento, a concentrarem-se na história, sem a ajuda dos malditos ipads (ok ok, às vezes são benditos) que prendem logo a atenção dos miúdos com tanta informação. Isso é batota!
Famílias, prestem atenção (a ordem é aleatória, porque simplesmente não conseguimos escolher um preferido!):

1 - O Principezinho de Saint-Exupéry dispensa apresentações;

2 - O Menino do Rio de Miguel de Sousa Tavares: Para quem achava que o MST só escrevia romances, engane-se. É um livro delicioso, cheio de ternura, e com uma moral da história inesquecível. Ah, e as ilustrações? De enternecer qualquer um.

3 - O Pombo que queria um cãozinho, de Mo Willems: Bem, para quem não conhece, não perca esta história simples, verdadeira, e tão cheia de emoção, com um personagem principal hilariante!


4 - A Maria do Medo, da psicóloga Rita Castanheira Alves. O livro perfeito para ensinar os Pais e os Filhos a lidarem com as emoções, os medos, as ansiedades. Lá em casa tem funcionado na perfeição!


5 - O Gato do Chapéu, o clássico do Dr. Seuss, com uma história cheia de suspense à moda das crianças. Os meus filhos deliram com este gato que parecia doido varrido mas que, afinal, vem dar-lhes uma lição muito importante! Não percam...foi considerado pela revista Time um dos melhores 100 livros de sempre!


6 - Onde está o Wally, um clássico que nunca passa de moda. Estamos ali 5 minutos a fazer campeonatos e a ver quem encontra mais rapidamente o Wally (ok, ok, este não é próprio para acalmar os miúdos, mas a verdade é que nos divertimos como nunca!)

7 - As histórias de Óscar, o Hamster, de William Bee: É uma coleção inteira para os Pais ensinarem aos filhos a importância das rotinas e descobrirem novas profissões. O livro preferido do Manel, que até já levou para a professora ler a todos os amigos! Adoro a maneira simples como este autor se apresenta: Nasceu em Londres, depois mudou-se para o campo, é esquiador internacional, tem um carro desportivo, adora jardinar e é um apaixonado pela escrita.


8 - Ai! Perdi o meu nome! de David Cadji-Newby: aqui a compra é apenas online, em www.lostmy.name, por uma razão muito simples! Todo o livro é personalizado com o nome dos nossos filhos. O personagem principal anda à procura do seu nome, passando por amigos que o ajudam a encontra-lo, dando-lhe todas as letras até perfazer o seu nome. O Sebastião passou por ogres amigos, por tornados adormecidos, por bobos torcidos e por sereias encantadas até que no fim da história encontra o seu nome. E nem imaginam a cara de espanto dos nossos filhos quando o seu nome aparece no fim do livro!



9 - E se gostam de livros 100% personalizados, cliquem em www.yourstory.pt e viajem até ao maravilhoso mundo das histórias preferidas dos nossos filhos!

10 - Last but not least, o famoso Cavaleiro da Dinamarca da intemporal Sophia de Mello Breyner, é aquela história que ninguém pode crescer sem ouvir pelo menos uma dezena de vezes!

Gostaram das dicas? Então façam like, partilhem, passem a palavra! Porque tudo vale a pena se a alma não é pequena!

Partilhado por Francisca Ortigão Guimarães

Mais lidos

Acompanhe em...

Etiquetas

Arquivo

O nosso showroom

O Maisena adora...