Ficar em casa
Domingo, 22 de Março de 2020

Foram alguns meses de suspensão do blog. Tinha várias ideias na cabeça. Perguntei-me a mim mesma se faria sentido continuar com os posts semanais, quando cada vez mais pessoas se limitam a espreitar o instagram, e pouco mais... achava eu! Fiquei muito feliz e admirada com a quantidade de seguidores queridos que me perguntaram o que é feito do blog, nestes últimos tempos. O que é feito dos meus desabafos? Dos nossos diários de viagem? Dos nossos arejos? De tudo um pouco. E cá estou, de volta. Numa altura em que faz todo o sentido estar cada vez mais por aqui. Sabendo, afinal, que estão sempre por aí. Ainda que, muitas vezes, de forma silenciosa. Mas faz todo o sentido continuar a escrever-vos sem limite de palavras nem de tempo, porque é essa a minha maior paixão e a razão pela qual comecei com o blog, há 7 anos atrás.

Nestes tempos conturbados de quarentena e incerteza, conto com a vossa companhia, sugestões, dicas e opiniões, para que consigamos vencer esta guerra, fazendo dela mais uma história para contar aos nossos netos. 

Para hoje, domingo de sol em que não podemos sair à rua, que tal um chá quente, um bom livro e um pedaço de jardim (ou janela)? Fica a dica. E já agora - só hoje, prometo -, conseguem deixar um comentário no blog e dizer-me quem está desse lado?

Partilhado por Francisca Ortigão Guimarães