Farmácia de Família
Quinta, 12 de Maio de 2016
A minha visita-relâmpago da semana passada a Lisboa foi muito produtiva. Descolei do Porto às 10h30 da manhã, num voo da TAP que correu às mil maravilhas (quando é para dizer bem, também temos de ser ativos!): mais do que a horas, tudo 5 estrelas. Estive todo o dia lá - com um calor abrasador mas muito recompensador -, onde fui muito bem recebida pela equipa da URIAGE, nas cavalariças do Pestana Palace (e que cavalariças!!).
Às 19h00 já estava em casa com os meus pintainhos. A isto é que se chama uma visita de médico. Mas não foi com médicos que fui falar. Foi com farmacêuticos. Fui convidada por esta marca de eleição para uma tertúlia com profissionais de topo. Falei sobre a minha experiência na relação entre família/farmácia. Porque deveria existir uma farmácia de família para cada casa. Qualquer Mãe, principalmente as de recém-nascidos, deveria ter a possibilidade de recorrer ao seu farmacêutico com a mesma confiança que se recorre ao médico. Mais, todas as farmácias do país deveria ter sistema de pesagem de recém-nascidos, e consequente acompanhamento, evitando assim que as Mães tenham de expor os bebés aos Centros de Saúde e Hospitais desde os primeiros dias de vida. Eu tenho a sorte de poder contar com uma farmácia na qual confio, que me conhece a mim e à minha prol, e à qual recorro quando não há necessidade de ligar ao pediatra. É o que eu chamo de farmácia de família. E a URIAGE deu-me a possibilidade de poder partilhar esta minha ideia, quiçá este novo conceito, com os farmacêuticos de todo o país. Atendimento mais personalizado, comércio mais tradicional, serviço de excelência. Afinal, do que uma Mãe gosta mesmo é de se sentir acarinhada e segura. Porque é tão importante saber que temos um porto seguro para a nossa família.





Obrigada Uriage!
Partilhado por Francisca Ortigão Guimarães

Mais lidos

Acompanhe em...

Etiquetas

Arquivo

O nosso showroom

O Maisena adora...