Especial
Terça, 24 de Dezembro de 2013
Chove a cântaros lá fora, os bebés dormem como uns anjos, e eu no meio da azáfama dos presentes de Natal, das bolachinhas, e das mantinhas enroladas a mim, penso no ano de 2013.
Perdi três avós em pouco mais de um ano. E com eles perdi um pouco da minha infância e da minha ingenuidade. Porque o que eu queria mesmo, era ter um Natal com os meus avós que já cá não estão, era ver os meus filhos crescer, mas sem ver os meus avós envelhecer, adoecer e desaparecer. Era ver gerações inteiras juntas à mesa, dignas de realeza, enganando a Natureza.
Sou naive, sonhadora, perfeccionista, amadora. Chamem-me o que quiserem, mas este Natal vou continuar a sentir a falta dos meus avós e rezar para que não estejam sós. Vou sonhar com os famosos formigos da minha Avó que nunca gostei, atacar o delicioso bolo-rei e viver o verdadeiro espirito do Natal, com humildade, amor e uma imensa saudade. Vou ter saudades de ser pequenina, vou ter saudades do friozinho na barriga ao acordar a 25 de manhã e ir espreitar o sapatinho junto à lareira, vou ter saudades de ficar confusa acerca de quem trazia os presentes, se o menino Jesus, se o Pai-Natal, vou ter saudades de vibrar com esta época especial. A minha vibração desta vez é diferente, uma felicidade imensa com um nervoso miudinho, misturado com um medo do ano que vem, e dos obstáculos que a vida tem. 
Foi talvez o ano mais difícil, mas também mais compensador da minha vida, quando descobri que a vida é um trapézio sem rede, em que temos que treinar todos os dias, temos que nos equilibrar, e nunca desistir de lutar. Este blog é o exemplo vivo que sem risco e coragem nada se consegue. E que com amor e dedicação a vida é bem mais leve.
Por isso, Maisenas, os meus desejos para este Natal e ano que aí vem não têm nada de original: saúde, sorte, amor, e segundos, minutos, horas inteiras de bocadinhos felizes, tanto para nós como para os nossos aprendizes. 
E que consigam realizar todos os vossos desejos! (Tão piroso, mas tão verdade!!)

Feliz Natal, queridos Maisenas e obrigado por tornarem este blog especial <3 div="">

Ah! E para o ano que vem a nossa árvore de Natal vai ser assim!

Partilhado por Francisca Ortigão Guimarães

Deixe o seu comentário!

Comentário submetido com sucesso.
Todos os campos são obrigatórios!
ver 0 comentários